quinta-feira, 2 de junho de 2011

Começando do começo

Sempre senti necessidade de desenvolver algum trabalho manual, não posso dizer que fosse a pessoa mais habilidosa, mas fiz algumas tentativas.
Croche, nem pensar, era e ainda continua sendo um verdadeiro mistério trabalhar com uma linha e uma agulha e conseguir que algo acontecesse. Tricot, até que consegui, mas honestamente, não posso dizer que o resultado tenha sido satisfatório. 
Descobri a tapeçaria, comecei a me encontrar, durante 10 anos fiz vários tapetes, trabalhei com diversos pontos, desenhava meus tapetes, jogava com as cores e trabalhei com o tear. Aí, o ponto-cruz entrou, muito gostoso, mais fácil de levar para onde fosse, fiz coisas lindas, mais 10 anos bordando. Porém,  sentia falta da criação que exercia com os tapetes, nessa fase, eu seguia os risco, misturava alguns, mas não era a mesma coisa.
Nesse momento, minha vida passava por uma grande transformação,  saía do mundo corporativo e me formava como psicanalista, precisava desconstruir um jeito de pensar e construir um novo pensar, e encontrei no mosaico um campo fértil para me ajudar nessa mudança.
Quebrar as pastilhas e remontá-las dando uma nova forma é exatamente o que a psicanálise se propõe, o recontar a história de vida de cada é o que me proponho a fazer com os meus pacientes, e com o mosaico vivencio essa experiência.
Hoje, sou uma psicanalista mosaicista, e tanto no consultório, como em meu atelier, trabalho com muito amor e dedicação, buscando sempre um resultado harmônico, que proporcione paz, equilíbrio e beleza.

Bel Oliveira
ioliveira12@gmail.com
cel 11 9982-5638











Um comentário:

  1. Olá Bel,
    Adorei seu blog, acabei de conhecer e já estou seguindo... a primeira!!
    Seus trabalhos são lindos, bem cheios de detalhes como eu gosto.
    Enviei um email porque não estava aparecendo o local para comentário (o blogger está meio descontrolado desde o mês passado),quando voltei aqui já estava aparecendo todo completinho.Aproveitei para enviar seu primeiro post.
    Iranilde
    http://brissarte.blogspot.com/

    ResponderExcluir